Contato
  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • RSS - Black Circle
contato@mulheresemfoco.com.br
Rua Semi-Gebara, 2-40
Bauru - SP- Brasil

Conteúdo protegido por direitos autorais.

Proibida a reprodução total ou parcial sem

autorização expressa do autor.

Copyright © 2017 

Mulheres em Foco

Redes Sociais
Destaque
  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • RSS - Black Circle

Teste comportamental: autoconhecimento para profissionais de sucesso

19.05.2019

1/10
Please reload

Please reload

Dicas para superar a TPM

 

Milhares de mulheres sofrem todos os meses com os sintomas físicos e emocionais causados pela tensão pré-menstrual. A jornalista Naiara Teixeira de 21 anos descreve como a TPM atrapalha o seu dia a dia  "Eu fico bem mais sensível e irritada, por isso costumo tomar um calmante natural para diminuir os sintomas. Também ganho peso e me sinto  indisposta, além de ter cólicas muito fortes. Já cheguei a desmaiar de dor".

 

O termo TPM surgiu em 1950, após estudos da ginecologista britânica Katharina Dalton indicarem a existência de 150 sintomas que surgem exclusivamente durante a segunda fase do ciclo menstrual e que regridem com o início da menstruação.

 

Os sintomas mais comuns relatados pelas mulheres durante a TPM são distensão abdominal ou sensação de gases, sensibilidade nas mamas, dor de cabeça, constipação, diarreia, cólicas abdominais, aumento de peso, menor tolerância a luzes e ruídos, sensação de cansaço e lentidão, ansiedade, nervosismo, tensão, depressão leve a moderada e distúrbios do sono.

 

A TPM ocorre em maior ou menor grau, sendo que os sintomas podem aumentar quando a mulher está próxima ao climatério (período que a produção de hormônios diminui drasticamente). Cerca de três a cada quatro mulheres apresentam sintomas da TPM durante seus anos férteis, com maior intensidade, geralmente, na terceira década. A síndrome também ocorre com mais frequência em mulheres que possuem pelo menos um filho, têm familiares com depressão grave, ou depressão pós-parto.

 

O farmacêutico Marco Fiaschetti explica que os diversos sintomas que a TPM pode causar exigem uma diversidade na hora do tratamento. "O tratamento com medicamentos manipulados pode ser mais eficiente, já que é possível escolher componentes direcionados a diferentes sintomas e que sejam dosados de maneira individual, de acordo com as necessidades de cada mulher".

 

A causa exata da síndrome ainda é motivo de debate entre os especialistas, mas as mudanças nos níveis hormonais aparecem como o principal fator. Existe também o fato de ser causada pela resposta individual de cada mulher a essas mudanças. Além disso, a TPM pode estar relacionada a outros fatores como os sociais, culturais, endócrinos, psicológicos e genéticos.

 

Para superar os sintomas da TPM e ter mais qualidade de vida, além da medicação manipulada de acordo com os sintomas de cada mulher, especialistas também alertam para a importância de praticar atividades físicas regularmente, dormir 8 horas por noite e ter uma alimentação saudável.

 

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload