Redes Sociais
Destaque
  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • RSS - Black Circle

Teste comportamental: autoconhecimento para profissionais de sucesso

19.05.2019

1/10
Please reload

Please reload

Um ano novo mais feliz

 

2018 chegou e com ele muitos planos e expetativas. Um novo período traz a esperança de um recomeço. E é pensando nas mudanças que queremos vivenciar que devemos planejar o futuro. Chegou a hora de tirar as anotações da gaveta e colocar em prática seus sonhos.

 

Foi pensando em nós mulheres, que a coach em psicologia Renata Abreu escreveu o livro “Felicidade Feminina: uma escolha possível com práticas da Psicologia Positiva”. A obra retrata a vida da mulher contemporânea, e as dificuldades que ela encontra no dia a dia em busca da realização pessoal.

 

A autora explica que a obra mostra "o preconceito inerente da sociedade patriarcal, a atuação multitarefa, a vida no piloto automático, a busca pela perfeição e as comparações sociais, fatores que vem contribuindo para a infelicidade feminina. 


Renata Abreu também aleta que o problema não está na multiplicidade de papéis, mas sim na forma pela qual, muitas vezes, nós mulheres escolhemos exercê-los. O livro mostra que existem muitas mulheres, por exemplo, que não querem ser mães, que não querem casar e são felizes assim. A felicidade está ligada à escolhas autênticas coerentes com nossos valores e não ao que os outros esperam de nós.

 

Segundo a autora, a Psicologia Positiva é uma ciência nascida no fim da década de 90 e tem como foco o lado positivo da curva. Isto é, ao invés de focar na doença, ela foca no lado bom e como potencializar as qualidades das pessoas de forma que elas descubram o que faz a vida valer a pena e como produzir condições para isso.

 

Alinhada à neurociência, a Psicologia Positiva prova que escolhas conscientes combinadas com a prática de atividades intencionais, tais como, meditação, apreciação, perdão, gratidão e generosidade melhoram a saúde física e mental, elevam as emoções positivas e nos levam a maiores níveis de bem-estar. 

 

 

A Psicologia Positiva também pressupõe que o cérebro é maleável e, portanto, pode mudar ao longo das nossas vidas. “Pessimistas podem ser treinados para se tornarem mais otimistas e cérebros estressados e negativos podem ser treinados para enxergar mais possibilidades".

 

Precisamos enxergar que mudar não é fácil. Como todo processo precisa de esforço e dedicação. Mas, a felicidade está no seu dia a dia. Quando enxergamos isso e buscamos uma rotina melhor, mais fácil fica de alcança-lá.

 

A coach em Psicologia Positiva afirma que é preciso estabelecer objetivos de vida prazerosos e significativos, que estejam alinhados aos nossos valores e não a fatores externos. Para tal, precisamos entender o sentido da nossa vida e então estabelecer um propósito e nossas metas para 2018.

 

Outros dois aspectos que podem contribuir para nosso bem-estar são: focar no que temos de positivo, ou seja, no desenvolvimento das nossas qualidades humanas. E, potencializar as nossas emoções positivas para que possamos chegar a um modelo mental mais otimista que nos leve a uma vida com resultados mais significativos, mais saudáveis e de maior bem-estar. 

 

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

Contato
  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • RSS - Black Circle
contato@mulheresemfoco.com.br
Rua Semi-Gebara, 2-40
Bauru - SP- Brasil

Conteúdo protegido por direitos autorais.

Proibida a reprodução total ou parcial sem

autorização expressa do autor.

Copyright © 2017 

Mulheres em Foco